quinta-feira, fevereiro 29, 2024
InícioAmazonasInvestimento em equipamentos beneficia agricultores familiares do Amazonas

Investimento em equipamentos beneficia agricultores familiares do Amazonas

Agricultores familiares da comunidade Conceição do Uruá, em Manicoré, estão tendo bons resultados em suas produções, após adquirirem um trator 75cv com implementos agrícolas como grade aradora, roçadeira e carroça. Isso foi possível através do financiamento obtido no Programa Mais Alimentos por dez famílias atendidas pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam). Com a mecanização, os agricultores conseguem enviar para Manaus cerca de 350 cachos de banana por semana e 1.400 sacas de 50 quilos de macaxeira.

Nos últimos dez anos, a Unidade Local do Idam em Manicoré vem incentivando a mecanização agrícola aos agricultores familiares no município, de acordo com a engenheira agrônoma e extensionista rural que trabalha no Instituto cedida pela Sepror, Mariza Lisley.

Em 2014, o Idam elaborou projetos de crédito para o financiamento do trator e dos implementos agrícolas para a região do Uruá através do Programa Mais Alimentos. “O financiamento foi coletivo, dez agricultores familiares estão no contrato, mas auxiliam no pagamento um total de 16 famílias. E, ainda, o trator é utilizado por mais famílias, conforme administrado pelo grupo financiador, que aluga os equipamentos quando necessário”, detalhou Mariza.

Após seis anos, o maquinário oferece melhoria da qualidade de vida, através da redução do esforço braçal, aumento da produção e redução de custos de transporte. Segundo a extensionista rural, com a roçadeira, por exemplo, os agricultores roçam o mato mecanicamente e os pedaços de capim que ficam no chão trazem equilíbrio para o solo e é mais ecológico, feito isso, depois os agricultores só abrem as covas para fazer suas plantações.
“Com isso, se evita a queima da matéria orgânica do solo reduzindo a amplitude térmica da superfície, a perda de água por evaporação, o impacto das gotas de chuva sobre a superfície e a velocidade do escorrimento superficial do excesso de água das chuvas”, disse a engenheira agrônoma.

“Assim, o maquinário é usado para aumentar a produtividade aliado à maior eficiência das atividades agrícolas, tornando-o menos árduo e mais atraente para preparar o solo para o plantio direto”, completa Mariza.

Atividades Agrícolas – Mesmo em tempos de pandemia os agricultores familiares da comunidade de Conceição do Uruá continuam nas suas atividades agrícolas, pois seu trabalho em maior parte é realizado em etapas cronológicas do preparo do solo a colheita.

“Nosso agricultor é consciente que seu ambiente de produção é aberto e que se trabalha com muitas incertezas. Por esse motivo é necessário o menor custo de produção para o aumento da margem de lucro”, avaliou Mariza. A região localizada as margens do Madeira tem sua renda principal na cultura da banana, produzida o ano todo e a macaxeira com safra no período de novembro a março, além de outras culturas como o maracujá, jerimum, melancia e cacau.

Para Mariza, a “agricultura familiar do Amazonas pouco a pouco vai utilizando a tecnologia para produzir mais e melhor, o trator agrícola e seus implementos auxiliam tanto no preparo do solo, como também no transporte da produção do local de plantio até o porto para comercialização, o que antes era feito em paneiros, demandando demasiado esforço físico e caracterizando um trabalho penoso”.

Informação Assessoria.

Foto: Divulgação.

- Publicidade -spot_img

Siga nossas Redes

Últimas Notícias

- Publicidade -spot_img
spot_img

Notícias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui